Corte Químico




Corte QuímicoO corte químico é a reação inesperada que ocorre nos cabelos que resulta na quebra dos fios, total ou parcialmente, estes se rompem em tufos, praticamente se esfarelam, tudo isto em decorrência de incompatibilidade de químicas ou má utilização das mesmas. Alguns cortes químicos são tão fortes que chegam queimar literalmente o fio de cabelo, inclusive com formação de fumaça instantaneamente.




Caso ocorra o corte químico no procedimento que estiver realizando é indicado neutralizar a química imediatamente, e equilibrar o pH dos fios, antes da perda total dos cabelos.

O pior de toda esta situação é que não há remédio milagroso para corrigir o estrago que foi provocado nos fios após um corte químico. Cabelo danificado por alisamento, tinturas, descoloração e permanentes, poderá ser tratado, mas se tornar cem por cento saudável novamente, somente o que crescer daí em diante.

Grande parte das pessoas possui a falsa noção de que os cabelos tem vida, assim como os tecidos de nosso corpo, mas, na realidade, eles não estão vivos e por esta razão não possuem a capacidade de se regenerarem como os demais ferimentos que vez ou outra nos acometem.



Corte QuímicoAs melhores formas de amenizar o estrago causado pelo corte químico

Aparar o cabelo pelo menos alguns centímetros a cada mês, para remover lentamente o cabelo danificado, já que não há maneira de realmente restaurá-lo por completo em sua condição original.

Usar shampoo anti resíduo nem pensar, os shampoos mais indicados são os de pH neutro ou mais ácido dependendo do estado dos cabelos, e de preferencia livres de sal.

Aplicar máscaras reconstrutoras e leave-ins à base de proteínas (queratina) para ajudar a repor o que foi perdido nos fios de cabelo.

Aplicar a máscara de reestruturação e deixar agir nas madeixas por 10 a 20 minutos, no mínimo uma vez por semana.

Tratamentos caseiros com o uso de azeite de oliva morno ou misturas de clara de ovo e água morna são bem vindos. Caso opte por estes recursos você poderá deixar estes produtos por mais tempo nos cabelo, até mesmo durante a noite, com uma touca ou toalha para o condicionamento ainda mais profundo. Enxágue e aplique shampoo sem sal.

Caso vá escovar as madeixas use escovas com 50 por cento de cerdas sintéticas e 50 por cento de cerdas de javali isto ajuda a empurrar cuidadosamente os óleos do couro cabeludo para as pontas dos cabelos sem agredi-los ainda mais.

Não exerça nenhuma pressão sobre os fios, inclusive com amarrações. Sempre que possível, limitar o uso de secador ou chapa de cabelo, deixe o cabelo secar ao natural e se for fazer algum procedimento reconstrutor opte pelos que não utilizem a chapinha ou secador para finalização. Caso precise muito do secador para secar os fios prefira temperaturas mais amenas.

Dica:

– Se faz uso de tinta atenha-se a uma cor que fique no máximo a três tons de sua cor natural para causar menos danos aos fios. Tinturas de tons mais escuros também são menos nocivas.

Então recapitulando, o que é mais indicado para um cabelo que sofreu um corte químico:

– Pouco shampoo e livre de sal

– Máscaras e leave ins a base de proteínas (queratina)

– Tratamentos caseiros com o azeite de oliva ou ovos

– Escova com cerdas sintéticas e de javali, de preferencia meio a meio destes tipos de cerdas

Um único fio de cabelo é composto por três camadas: a mais interna medula, o córtex que é a do meio e a cutícula que é a parte externa. Danos a qualquer uma ou todas essas camadas provoca estrago nos cabelos.

Sinais evidentes de cabelos danificados são:

– Fragilidade, ressecamento e falta de brilho dos fios. Pontas duplas, emaranhados e queda também são comuns em cabelos danificados.

Corte QuímicoAté que ponto podemos recuperar a saúde dos cabelos danificados por corte químico

Na verdade, o cabelo danificado não pode ser reparado definitivamente. Ele pode ser tratado com vários produtos capilares ou remédios caseiros para melhorar a aparência, mas estas medidas são correções temporárias e deverão ser repetidas com frequência para que os efeitos perdurem. A única maneira de reparar os fios danificados por corte químico é cortando as partes estragadas para que um novo cabelo surja.

No entanto, se o cabelo for cortado e você já fez uso de vários tratamentos temporários, e de nada adianta, é necessário investigar quais são as causas ou razões do dano insistente, ou o problema vai persistir.

Os danos que insistem em aparecer, mesmo após o crescimento dos cabelos, podem ocorrer a partir de:

– Muitos tratamentos químicos e de forma inadequada, o uso excessivo de equipamentos em temperaturas altas, má alimentação, medicamentos, abuso de drogas, efeitos da poluição, tempo seco, sol, água salgada.

Uma vez que a causa é identificada, poderão ser tomadas as medidas necessárias para reparar os danos.

Hidratação do cabelo e condicionamento profundo são essenciais para lidar com cabelos ressecados.

Ao cortar os cabelos danificados por química

Aposte em cortes de cabelos que se adéquem ao estilo natural dos fios, para deixar as madeixas crescerem ao natural pois estes tipos de cortes requerem pouca manipulação, como escova e chapa. Evite o uso de navalha nos cabelos, o ressecamento nos fios poderá causar efeito de visual espigado nestes cortes.

O uso de mega hair ou quaisquer acessórios que poderão forçar o cabelo danificado deverão ser suspensos. Evitar os tratamentos químicos, se não for totalmente pelo menos reduzir drasticamente a frequência.

Corte QuímicoEvite um corte químico

Ao invés de remediar desesperadamente um cabelo danificado pelo corte químico, faça o teste da mecha antes que todo o estrago ocorra (obedecendo inclusive a pausa de intervalo indicada pelo fabricante).

Se souber na teoria o que está fazendo (estudar antes de sair fazendo procedimentos químicos nos cabelos) com o cuidado e atenção adequada você evita corte químico ou danos permanentes as suas madeixas ou de terceiros.

Curiosidade: Cabelos naturais também deverão passar pelo teste da mecha. Existem pessoas que expõem seus cabelos inconscientemente a algum tipo de substância metálica, como, por exemplo, a água quente que sai de tubulações metálicas e que é usada para o enxágue diário dos fios, ou hennas as quais seus fabricantes prometem ser naturais e ou simples tonalizantes e não são, tudo isto poderá desencadear reação adversa da química.

Gostaram de nosso artigo Corte químico? Comentem no site e nos relatem suas experiências.



 

Dica Importante!

O sucesso de um cabeleireiro está no quanto ele é conhecido e respeidado, assim é muito importante aprender e se manter atualizado, seja através de cursos presenciais ou cursos como o Curso de Cabeleireiro Pro Hair, onde é possível aprender técnicas profissionais em casa. Invista em VOCÊ!

1 COMENTÁRIO

  1. Oiii, tive um corte quimico em abril do ano passado, fui pra piscina e o cabelo ficou verde, depois fui no salão arrumar, tacaram descolorante em cima o cabelo esquentou e demoraram pra tirar, deu corte quimico na certa 🙁 , ja fazem 9 meses sera que eu posso voltar q clarear o cabelo? Queria fazer mechas e estou na duvida

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here