As cores de cabelos




As cores de cabelosComo são formadas as cores de cabelos

O cabeleireiro precisa entender a teoria e pratica-la até se tornar um bom colorista.

Para podermos explicar de maneira clara todo o processo de coloração dos cabelos o primeiro passo é que você aprenda o básico da anatomia da fibra capilar.

O cabelo nasce de uma estrutura denominada folículo piloso, que está localizado na derme, no couro cabeludo, e é lá também que se encontra o melanócito, célula responsável pela produção de melanina, o que dá cor aos cabelos.




A fibra capilar é composta por água, óleo e células preenchidas por queratina.

O fio de cabelo divide-se em três partes:

  • Cutícula é a parte que recobre a fibra capilar, externa, formada por células achatadinhas que se sobrepõem umas as outras ao longo do fio, protegem a fibra do meio externo. A cutícula também é chamada de escama, pela aparência e função, também são úteis para sinalizar o estado dos fios.Quando as cutículas estão bem alinhadas e sobrepostas elas evitam que a fibra capilar se desidrate, refletem melhor a luz, evidenciando saúde, brilho e maleabilidade as madeixas. Se desalinhadas, as cutículas acabam comprometendo a fibra capilar, já que a torna desgastada pela perda de nutrientes e também proteína.Cutículas abertas é sinal de cabelo desgastado, opaco, quebradiço e desbotado.
  • Córtex, é a segunda camada no fio de cabelo, é lá que ocorre a maioria das transformações químicas na fibra, é preenchida por queratina e pigmentos de cor. O córtex representa cerca de noventa por cento da haste, é o maior responsável pela força, elasticidade e maleabilidade do fio de cabelo.
  • Medula, esta é a parte central do fio, apesar de não representar muito em termos de densidade celular, e possuir pouca influência na estrutura geral dos fios, ela é encarregada de armazenar células que trabalham na síntese de queratina, possuem também doses de melanina.

Cores de cabelos- os pigmentos

Os cabelos naturalmente são pigmentados por micropartículas presentes no interior da fibra, estas se dividem em dois grupos:



Os folículos pilosos em fase anágena, ou fase de crescimento, tem maior quantidade de melanina, ou pigmento, estas partículas de pigmentação dos cabelos vão do preto ao vermelho escuro, e são as mais difíceis de serem removidas.

Os folículos pilosos nas fases de catágeno são menos pigmentados, estas partículas de pigmentação dos cabelos vão do vermelho intenso até o amarelinho claro, estas são as mais fáceis de eliminar.

Todos os cabelos são pigmentados com estes dois grupos, o que vai definir a cor de um fio é a concentração e distribuição dessas partículas, por esta razão a cor de cabelo em uma pessoa é única já que se dispõe de maneiras distintas.

De maneira geral enquanto mais concentração de pigmentos granulados mais escuro o cabelo será, e enquanto maior a concentração dos difusos, mais claro.

Nós nascemos com os cabelos mais claros, com o decorrer dos anos eles escurecem, e mais ou menos próximo aos quarenta anos de idade os fios vão ficando brancos, decorrente da interrupção da produção de melanina.

Cores de cabelos- as particularidades da coloração

Agora que você entende como é formada toda a estrutura de um fio, fica claro o porquê das tinturas se revelarem de forma diferente de um cabelo para outro, os pigmentos pré-existentes interferem no resultado final. A proposta das colorações, de forma geral, é chegar o mais próximo possível do resultado estampado na embalagem.

Para que o resultado de sua coloração seja o esperado é necessário ressaltarmos algumas dicas, confiram:

Coloração não clareia coloração, portanto, se aplicou a tinta loiro escuro hoje e no mês seguinte resolve trocar por uma de tom mais claro, como loiro médio, por exemplo, é necessário uma breve descoloração em um ou dois tons para estar removendo os pigmentos que já se instalaram, do loiro escuro, para em seguida aplicar o loiro médio.

Na base preta, castanho escuro, os pigmentos granulosos são mais numerosos, por isto o clareamento é de meio tom mais baixo.

Se o fundo de clareamento não possibilita a cor almejada, ou seja, puxa para uma cor indesejável (geralmente o alaranjado), é necessário neutralizar o efeito, não é recomendado o exagero na volumagem do ox (além do que o fio aguenta), sucessivos clareamentos, ou tempo excedido no processo de descoloração, tudo isto danifica o cabelo.

Um problema que observei, e bem frequente em nosso espaço de perguntas e respostas, é a situação na qual a pessoa faz uma decapagem, com intuito de remover os pigmentos dos cabelos para uma segunda coloração (clarear) e ela até chega à altura de tom desejada, mas se embaraça toda na próxima etapa, não sabe anular o alaranjado ou vermelho que foi revelado, utilizar a estrela de Oswald para se orientar e neutralizar o efeito é a solução nestes casos.

As cores reflexo, estas que correspondem aos números após a vírgula na caixinha de tinta, são as mais fáceis de trabalhar, se você não é profissional não recomendo a mistura de tintas.

O primeiro número da caixinha de tinta significa altura de tom (numa escala padronizada vai do 1 preto ao 10 loiro claríssimo), o número depois da vírgula é a cor reflexo. Se existirem dois números após a vírgula o primeiro significa que está contido em cerca de 70% a mais que o segundo. Quando os dois números após a vírgula são iguais quer dizer que a cor reflexo é profunda.

Gostaram de nosso artigo As cores de cabelos?  Comentem no site. Até a próxima.





 

Dica Importante!

O sucesso de um cabeleireiro está no quanto ele é conhecido e respeidado, assim é muito importante aprender e se manter atualizado, seja através de cursos presenciais ou cursos como o Curso de Cabeleireiro Pro Hair, onde é possível aprender técnicas profissionais em casa. Invista em VOCÊ!

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here